Seguidores

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Ratinho é condenado a pagar R$120 mil por duvidar de evangélico


Por Renato Cavallera em quarta-feira, 19 agosto 2009

A Bíblia diz: ‘Porque para Deus nada é impossível (Lc1-37). Tal afirmação das Escrituras Sagradas reforça a fé e a confiança dos evangélicos de que o Senhor pode operar grandes milagres. Por outro lado, para os céticos de plantão é difícil crer no sobrenatural de Deus.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online

O apresentador Carlos Roberto Massa, mais conhecido como Ratinho, pagou caro, literalmente, pela sua incredulidade. Ele foi condenado pelo Tribunal de Justiça de Goiás a pagar uma indenização de R$120 mil ao deficiente físico Marcos Juliano da Penha.

Em julho de 2000, o apresentador veiculou em seu programa no SBT imagens de Marcos em uma igreja e afirmou que o homem era um falso aleijado, de acordo com o Superior Tribunal de Justiça.

Na época, o programa estava engajado em denunciar os possíveis charlatanismos que ocorriam no país, principalmente pela proliferação dos cultos destinados a curar deficientes físicos. No entanto, o apresentador se deu mal.

Marcos, que provou ser portador de um doença degenerativa na coluna, confessou que foi buscar a ajuda de Deus para resolver seu problema e, por isso foi procurar uma igreja evangélica, já que estava cansado do sofrimento.

Durante o programa, as imagens foram exibidas com a seguinte chamada: “Ex mulher desmascara falso aleijado curado pelo pastor’. Entretanto, a defesa do apresentador alegou que o programa era de conteúdo jornalístico e, condenada, chegou a tentar a revisão da indenização para um valor mais razoável.

Ratinho confessou que uma senhor procurou o programa com as imagens, afirmando se tratar de seu ex-marido que se fingia de doente para levar vantagem. O Juiz do Tribunal Estadual, ao anunciar a sentença, afirmou que o apresentador errou em não procurar apurar os fatos.


Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/ - http://noticias.gospelmais.com.br/ratinho-e-condenado-a-pagar-r120-mil-por-duvidar-de-evangelico.html


Nenhum comentário: