Seguidores

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Entrevista com o Baixista Fábio Alberto da Banda xLost In Hatex

__________________________________

T

imóteo Silvério -

Blog do Thy Silvério- 21 de outubro de 2010

timoteosilverio1985@gmail.com

______________________________________

Banda xLost In Hatex, Entrevista com o Baixista da Banda Fábio Alberto, que conta um pouco sobre a História da Banda que foi selecionada para o maior evento de Brasília PORÃO DO ROCK 2010.


Foto de PEDRO FRANÇA







A
banda xLost In Hatex surgiu em Taguatinga em Julho de 2007, com o intuito de relatar as vivencias dos integrantes da banda através de um som pesado e marcante.
A banda conta com os integrantes, Rodrigo Gama e Carlos Henrique de Souza (vozes), Wellington Mota e Raphael Kenji (guitarras), Fábio Alberto (baixo) e Guilherme Oliveira (bateria).
Aos 3 anos de existência a banda já tocou em quase todas as cidades do DF e em diversos estados como GO,SP,MG e MT e foi recém selecionada para o maior evento de Brasília PORÃO DO ROCK 2010.
O primeiro trabalho "Disciplina e Honra" (EPVirtual) foi lançado no começo de 2009, e se destaca até os dias de hoje, abordando o estilo de vida Straight Edge (Hardcore Livre de Drogas).
Em entrevista, o Baixista da Banda Fábio Alberto, nos conta um pouco mais sobre a história da banda, veja:



Thy Silvério: Fale um pouco sobre o inicio da banda, como os integrantes da banda se conheceram?



Fábio Alberto: Bom, o Lost in Hate surgiu em um grupo de amigos que tinham os mesmos princípios e idéias em comum. Essa idéia partiu diretamente do Raphael Kenji e Verruga (ex vocalista da banda). O nome e a banda vingaram e semanas depois já estávamos escalados para tocar no lançamendo do Cd tropicanalia do Makacongs 2099, convite direto do Djalma Phu. A pressão foi tanta que compomos 4 músicas em TRÊS semanas dentre elas uma das musicas mais pedidas até hoje, Força de vontade, a galera vê essa musica como carro chefe da banda.



Thy Silvério: Como decidiram o estilo musical que a banda seguiria? Todos curtiam o mesmo som ou tiveram que adaptar os gostos?



Fábio Alberto: Cada um na banda tem um determinado gosto ou banda em referencial mas o Lost in hate e nada mais nada menos que a mistura de tudo que agente gosta e curte. Lógico que a nossa vertente o Metal/HC sempre estará ligado ao nosso som, são as nossas raízes.



ThySilvério: Qual foi a inspiração para o nome da banda e significado?



Fábio Alberto: O significado ao pé da letra é Perdido em ódio. Na verdade não vejo como inspiração e sim como um nome direto e critico a sociedade e cena no geral, principalmente no Brasil. São situações que geram esse sentimento em nós, como por exemplo, o alcoolismo em um pai ou mãe de família, que abala toda a estrutura familiar. As drogas na adolescência e nas escolas crescendo a cada dia mais, a cena do rock mal falada em todo o pais devido o termo histórico sexo, drogas e rock and roll. No Brasil bandas de rock seja qual for sua vertente sofrem preconceito direto, devido a situações passadas. Hoje em dia no Brasil e no mundo exitem várias bandas com mensagens criticas, positivas, religiosas e afins. Bandas que tem conteúdo pra passar, boas mensagens e convicções fortes. O Lost in Hate é isso, buscamos expor contextos sociais, problemas do dia a dia, expor nossas vivencias, e exploramos ao máximo problemas da sociedade.



Thy Silvério: Straight Edge é um modo de vida associado a música Punk/Hardcore que defende a total e perene abstinência em relação ao tabaco, álcool e as chamadas drogas ilícitas. Grande parte escolhe por ser vegetariano ou vegano e da mesma forma, muitos edgers optam pelo ateísmo ou cristianismo, de modo a assumir total responsabilidade por seus atos. Qual o modo de vida mais relacionado aos membros do XLostinHateX, a banda defende algum desses estilos de vida adotados pela cultura Straight Edge?



Fábio Alberto: A banda é Straight Edge, abordamos fatos do nosso estilo de vida, contextos relacionados a isso como o uso de drogas licitas e ilícitas. Com relação a religião o vegetarianismo/veganismo cada um tem sua posição mas isso não é passado nas letras.



Thy Silvério: Como foi sua decisão por adotar o modo de vida Straight Edge? Fale um pouco sobre você e seu modo de vida.



Fábio Alberto: Bom, tive contato cena SXE , ainda no ensino médio, escutando Point of no return (banda nacional vegan sxe consagrada no cenário Mundial) e com a banda xmaroonx, daí em diante conheci busquei informações e entrei de cara. Me identifiquei com tudo, a cena no geral desde a postura ao gosto musical e as amizades .



Thy Silvério: A banda foi selecionada para a edição do Porão do Rock de 2010, em Brasília-Df. Pude estar lá no dia do evento, e vi que vocês estavam muito emocionados em estar vencendo mais alguns Quilômetros da estrada da Banda tocando em um dos eventos de Rock mais importantes do Brasil. Como foi a experiência de tocar no Porão, e qual seria a palavra que vocês dariam às bandas novas que gostariam de chegar onde vocês chegaram?



Fábio Alberto: O porão era um sonho desde muleque de todos nós, crescemos indo no evento, conhecendo bandas novas, assistindo bandas consagradas na cena. Tocar naquele palco e naquele horário (depois do Korzus) Foi fantástico, o ginásio estava cheio, todos os nossos trutas presentes. Aquele momento foi único passamos isso pro público de forma sincera e sensata, estávamos felizes com tudo aquilo, com a galera cantando nossas musicas, com a mulecada representando no mosh pit e é claro passar a nossa mensagem e mostrar que Brasília tem potencial e que devemos valorizar as bandas daqui.

Deixamos claro que trilhamos um caminho pra chegar no porão, mas que todos, também podem estar naquele palco, basta correr atrás e fazer um trabalho bem feito. O porão era apenas o começo de muita coisa legal que ainda queremos conquistar.



Thy Silvério: Quais são as referencias musicais da banda?



Fábio Alberto: Marroon e Heaven Shall Burn



Thy Silvério: A Musica “Honrra do (EP Virtual) "Disciplina e Honra", que pode ser escutada no myspace da banda, possui 2minutos e 18 segundos de Hard Core levado em guturais e som muito pesado, é uma das musicas que mais gostei de ouvir, você poderia comentar um pouco sobre a musica e a sua história?



CARLOS HENRIQUE (vocalista e compositor da musica Honra):

entao, a musica tem como tema uma coisa que falta em muitas pessoas em

especial a juventude atual,

antes nao existia nenhum tipo de manifestaçao sem que antes tivesse um

proposito real e contrario ao que fosse imposto,

com isso vi que nos dias de hoje o combustivel que antes era a honra o

prazer e ate mesmo e vontade de mudança, deu lugar ao merch e

principalmente a grana

o fogo que queimava os meus motivos, ideologias nao queima mais nas

pessoas como queimava em mim quando tinha a mesma idade !

enfim

a musica foi feita em um periodo em que eu nao sabia me expressar

tanto com palavras escritas, era tudo feito nos punhos!

hoje consigo fazer isso melhor,

a musica tem dois periodos, um tenta relatar um ser entregue aos

vicios("incapaz de vencer com os proprios punhos")

e o outra mostra que o mesmo ser ve tudo oque lhe esta sendo

oferecido e mostra a sua propria revolta ! ("caminhar rumo a cova nao

sera mais meu destino, tenho em maos o prazer vitorioso da honra")

é isso !



Thy Silvério: Muito obrigado por sua atenção Fábio, e também ao Carlos Henrique por comentar sobre a Musica Honra. Que Deus abençoe a carreira de vocês sempre, espero vê-los ao vivo novamente por aqui.



Fábio Alberto
: Valeus Thy pela oportunidade, e é sempre um prazer estarmos trocando essa idéia, valeu a todos os leitores e escutem a banda no nosso myspace, 2011 muita coisa nova vai rolar.

Vídeo (Fotos 2010 - Making Of)

http://www.youtube.com/watch?v=l_c8jkuSfBQ

Som Livre

http://somlivre.imusica.com.br/album.aspx?id=221959

Links Claro Music Store:

http://www.claro.imusica.com.br/album.aspx?id=221959

Imusica:

http://www.imusica.com.br/album.aspx?id=221959

Myspace: (manutenção)

www.myspace.com/xlostinhatex




Foto de

LEONARDO FRANÇA

Foto de PEDRO FRANÇA

Foto de PEDRO FRANÇA

Nenhum comentário: