Seguidores

terça-feira, 29 de março de 2011

Em entrevista jovem sem braços que emocionou tocando Oficina G3 na guitarra afirma: “Não sou deficiente, sou eficiente”

Publicado por Everson Barbosa (perfil no G+ Social) em 24 de março de 2011 - http://is.gd/n3B0xx

Recentemente publicamos a notícia de um jovem chamado Jonathan Bastos que possui uma deficiência no braço mas que não o impede de tocar muito bem a músicaMeus Próprios Meios do Oficina G3 usando os pés. A notícia emocionou a todos e por isso entramos em contato com Jonathan que gentilmente nos concedeu uma entrevista que serve como uma lição de vida sobre o poder e o cuidado de Deus. Confira abaixo:

G+: Jonathan, conte um pouco da sua vida, qual sua idade e o que ocasionou sua deficiência física:

Bom, eu nasci no dia 18 de julho de 1994, já com essa deficiência física e meus pais Ezequias Bastos da Silva e Simone Vitorino da Silva, sentiram um pouco o impacto, mas não desistiram de mim. Sempre tive muito apoio deles, dos meus avós, dos meus familiares da parte materna e também paterna e hoje recebo grande apoio dos meus amigos. Num período da minha vida passei por algumas cirurgias no fêmur direito, pois tenho um encurtamento de 7 cm. Mas hoje, pela misericórdia de Deus, eu ainda tenho esse encurtamento, só que a perna mais curta serve para um melhor posicionamento da guitarra. Glória a Deus por isso!Eu tenho 16 anos, faço 17 esse ano ainda, estou no terceirão, graças a Deus… e esse ano vou prestar vestibular para medicina, mas isso tudo somente porque Deus é fiel! Tenho um ministério de testemunho juntamente com minha família e viajamos para contar o que Deus fez e tem feito por nós. Gosto de sair, curtir, namorar (mas estou solteiro… hasuashasu) e amo rock! Sou da igreja Congregacional de Volta Redonda, mas congrego na Congregacional da Cotiara, em Barra Mansa. Sou o tecladista desta igreja e acredito que tudo aconteceu conforme à vontade de Deus.

G+: Além do seu vídeo no YouTube tocando Meus Próprios Meios você tem outros tocando diferentes músicas. Como nasceu seu interesse pelos instrumentos musicais?

Eu comecei a ter interesse por instrumentos de 3 para 4 anos de idade (nessa época eu cantava na igreja – Igreja Assembléia de Deus, ministério Sul Fluminense), sendo que já recebia meio que um incentivo do meu avô de parte materna. Ele me colocava para brincar no teclado e isso com certeza influenciou no meu futuro musical. O primeiro instrumento que eu toquei foi bateria; ganhei uma bateria com 4 anos e comecei a praticar. Fui baterista por um bom tempo. Já o teclado, iniciei com 6 anos, mas parei, devido as cirurgias. Inclusive, a primeira música que eu toquei no teclado estava usando um fixador na perna, nessa época eu tocava teclado com os pés. Com mais ou menos 11 anos, voltei a tocar teclado, graças a Deus, depois disso nunca mais parei! Agora, toco teclado com a parte superior, que pra mim são meus braços, e também uso o queixo. E agora, há pouco tempo, mais ou menos um ano e meio, estou tocando guitarra, eu nem imaginava que um dia tocaria esse instrumento. Eu fui a um culto e um irmão disse que eu tocava bateria, teclado, baixo e guitarra, mas eu não tocava guitarra ainda, só tentava. Aí eu achei estranho né, mas hoje eu entendo que esse irmão não errou, ele profetizou e aqui estou eu para glória de Deus!

G+: Você é um grande admirador do Oficina G3. O que a banda representa para você?

Comecei a curtir Oficina G3 com 5 anos, meu primeiro cd foi O Tempo. Eu cantava a música título do cd na igreja e a música Perfeito Amor também. Essa banda me levou a gostar de rock, cada vez mais, a cada música deles que eu ouvia passava a gostar mais e assim foi aumentando esse meu sentimento pelo rock. Tenho como grande inspiração, em primeiro lugar, Deus, sem dúvidas. E minha fonte de inspiração humana é o Juninho Afram. Aqueles solos são fora de sério e que melodias ele tira, sou muito fã mesmo e um dos meus sonhos é tocar uma música com ele e com toda a banda. Eu admiro a banda toda.. o Jean, muito fera, meu primeiro grande solo de teclado foi Espelhos Mágico.. “Mister Jean” , eu era o “Mister Joe”. Bons tempos..

E quem divulgou o meu vídeo foi o Oficina G3, eu postei no Twitter e eles mandaram pra frente e isso só aumentou a gratidão e a admiração que eu tenho por eles.

G+: Desde que o vídeo foi divulgado pela banda e postado em nosso site como tem sido receber tantos comentários?

É muito bom receber esse incentivo, pois chega um momento em que todos nós precisamos de apoio e eu vou me lembrar de cada comentário. Está sendo um momento muito especial em minha vida, um momento em que Deus resolveu me honrar, e sou grato por isso. Quero dizer que recebo críticas também, mas toda crítica construtiva é bem vinda e sempre que eu puder melhorar, o farei. Estou feliz demais por receber todo esse apoio, esse carinho, eu gosto de ter contato com as pessoas, isso me faz bem. As pessoas têm dúvidas a respeito, perguntam se eu uso afinação adaptada, etc. Eu não uso nenhum tipo de adaptação pra tocar qualquer instrumento, tudo é Deus quem faz e jamais me envergonharia de falar, caso eu usasse porque mesmo assim seria muito difícil. Todos os meus videos foram gravados sem montagem, purinho mesmo, nem Movie Maker eu coloquei (nos próximos vou colocar, Twitter, orkut.. etc.). Concluindo: é ótimo ter esse contato com a galera!

G+: Hoje vemos muitos jovens reclamando da vida e até já desistindo de seus sonhos, através do seu exemplo temos certeza que muitos se encheram de esperança. Deixe uma mensagem para todos os leitores do Gospel+ e para aqueles que assim como você buscam vencer seus limites:

Galera, eu quero dizer que se você pensou em desistir, se você inicia algo e não termina ou fica com medo de tentar, a palavra diz que nós somos mais que vencedores naquele que nos amou, então lutem, busquem, orem, sejam determinados, pois tudo dará certo. Não deixe que as dificuldades da vida te parem. Talvez você olhou pra mim e pensou “ele é deficiente”, mas pra Deus eu sou eficiente e se eu sou filho de Deus e você também é, o tratamento é igual: se eu sou eficiente, você também é! Não tenham medo de tentar, façam a vontade de Deus, que do resto Ele cuida! Jesus é o único que salva, Ele é o caminho, a verdade e a vida, não tem outro jeito.. só Ele salva. Então entregue sua vida a Jesus e você verá que Ele vai mudar sua história! Gostaria de agradecer a oportunidade de contar um pouquinho da minha história e que Deus possa edificar as vidas que vão ler essa matéria. Grande abraço e saibam que eu amo a vida de cada um de vocês e um dia nos veremos lá no céu, que é o nosso principal objetivo enquanto cristãos.










Você que não viu o vídeo de Jonathan Bastos pode assistir clicando aqui.

Nenhum comentário: