Seguidores

terça-feira, 26 de abril de 2011

Resenha do CD “Em direção ao céu” – Banda Jó42

Por Gleison Gomes (gleistoned@hotmail.com) - GospelPrime


O ano era 2003, eles se juntaram para tocar e formaram uma banda. Mas faltava algo, ainda não tinham o nome a ser usado pelo grupo. Então logo trataram de elaborar uma lista, e dentre os nomes sugeridos escolheram , mas aí pensaram: mas pera aí, só fica meio sem sentido né? Foi quando, por sugestão de um pastor, veio a idéia de utilizar o 42, que se refere ao capítulo biblíco em que Jó reconhece a soberania de Deus, e dele recebe a restauração, cura e uma vida renovada.

A banda formou-se em Belo Horizonte (MG) e é formada por Harlley Cowboy (Guitarra e Back-Vocal), Thiago di Souza (Teclados), Vinicius Melo (Vocal e Violões), Sanchez (Baixo) e Fabio Brittes (Bateria). Já lançaram três cd’s: o primeiro “Agora meus olhos te vêem”, depois “Loucos por Jesus” em 2006, e o trabalho mais recente que é intitulado “Em direção ao céu” em 2009, lançado pelo selo Graça Music.

Em direção ao céu contêm 14 faixas, sendo que 11 delas são novinhas e as outras 3 faziam parte do disco anterior e ganham nova roupagem. As músicas Vibe e Vou abrem o disco em grande estilo, são dois hits bem empolgantes, na primeira eles vem mostrando a onda maravilhosa que é o amor, a força do amor no ser humano, assim “Amor que não se acaba, amor que muda a vida da gente, amor que me leva em direção ao céu, amor que transforma a mente” e na segunda é sugerido o rumo a seguir, pra onde e com quem se vai, é muito interessante pois nesse mundo gigantesco tem muita gente perdida, eles cantam “Vou, vou para onde brilha o sol, vou para onde brilha o amor, Com Jesus eu vou, vou pra onde o dia não tem fim, só alegria para mim, Jesus cristo me salvou”.

A seguir, em Aleluia, temos uma belissima adoração, onde há o reconhecimento da soberania divina, só o Senhor é santo, digno e merecedor de ser adorado, pois “eu nasci pra te adorar, e não há nada que eu queira mais, queira mais”. A quarta faixa, Pra onde irei, relembra-nos do amor de Deus e que em nenhum outro caminho há salvação, e reconhecem isso ao dizer “Pra onde irei se só o teu amor me faz feliz, pra onde irei se só tuas palavras me trouxeram salvação, Jesus, és o meu amado e tudo pra mim”.

Na sequência, Eu quero mais, mostra que aquele que prova do amor de Deus não se contenta jamais, mas busca sempre uma maior aproximação, dizendo “Eu quero mais, eu quero mais, mais do teu amor, mais da tua paz, mergulhar em teus braços, sentir o teu abraço é tudo o que eu mais quero Senhor”. A sexta música chama-se Sobrenatural, que é uma coisa incomum, algo que muitas vezes escapa à compreensão humana, aqui o “sobrenatural é o amor de Deus, sobrenatural, até o seu filho nos deu”.

Continuando, vem a canção Agora os meus olhos te veem, é mui bela e baseia-se no capítulo do livro da Bíblia que dá nome a banda, Jó 42. Em síntese, este capítulo relata como Jó foi restaurado, teve sua vida renovada, feridas saradas, tudo isso pelo poder de Deus, depois de ter reconhecido como era pequeno, fraco e dependente de Deus, obteve em dobro tudo quanto tinha antes. O Senhor continua restaurando vidas, assim como fez com Jó, e cada uma dessas poderá cantar “antes eu só te conhecia de ouvir falar, mas agora os meus olhos podem te ver”. A música de número 8, Salva vidas, tem um vibrante refrão que diz “quero me apaixonar, viver mais e mais do seu amor, e mesmo que eu tenha que morrer por tí, nunca negarei aquele que me amou” e parte do principio de que quando fomos chamados por cristo, e dissemos sim a ele, temos por missão disseminar a sua luz, funcionando assim como salva vidas, e com muitas vidas pra salvar.

Os que confiam no Senhor são como os montes de Sião que não se abalam, mas permanecem para sempre (salmo 125), é a tônica de Confio em tí, que nos mostra que quando confiamos em Jesus, sabemos que a vitória logo virá e daí não desistirmos, basta confiar e pedir com fé “Eu quero merecer teu favor, eu preciso que me toque Senhor”. Em direção ao céu, é a faixa 10, e versa sobre o estado de prontidão que o cristão deve estar, de não olhar para trás, esvaziar-se de tudo e seguir ao Senhor “em direção ao céu, eu vou voar, me entregar ao seu amor Senhor, em direção ao céu eu quero sempre estar e te adorar e me entregar, e te adorar, e me entregar ao seu amor”.

Após essa, vem Cristo vive em mim, que é o que o apóstolo Paulo vivenciou (em GL 2.20), a música fala do encontro com Jesus e a libertação pela mensagem da cruz, eles cantam com muito vigor “e agora vivo não mais eu, cristo vive em mim, cristo vive em mim”. As três últimas faixas, são releituras de músicas que estavam no cd anterior, respectivamente, Descanso onde dizem “quero me apaixonar por tí Jesus, tú és tudo pra mim”, Vou Gritar, onde não basta somente falar mas “eu vou gritar pra o mundo ouvir que eu te amo Senhor”, e fechando o disco, a conhecidissima, Loucos por Jesus que neste ganha uma versão, digamos, mais light e apregoa que não devemos nos importar com o que vão pensar ou falar, e se quiserem nos tachar de loucos? O Jó42 responde em alto e bom som: “podem me chamar de louco, pois realmente sou, louco por você Jesus(…) louco por você, apaixonado por você, desesperado pelo seu amor Jesus”.

O jargão popular costuma dizer que o “mineiro come quieto”, sendo assim, os caras do Jó42 não fogem disso, e aos poucos, vindo devagarzinho e com personalidade e talento, buscando seu espaço no cenário da música cristã, pois é, os mineirinhos chegaram, e nos parece que os loucos por Jesus estão a todo vapor em direção ao céu.

Nenhum comentário: