Seguidores

terça-feira, 31 de maio de 2011

XLostinHateX Abrirá Show da banda Billy The Kid dia 11 de Junho no Cult 22 Bar

Show com banda Billy The Kid dia 11 de Junho às 21hs no CUlt 22 Bar, no Centro de Atividades 7 do Lago Norte - Brasilia/DF.

Abertura com as Bandas:

Entrada R$ 10,00

Transporte ida e volta para o Show - encontro na Praça do Relogio às 20h30



Show com Third Day, Kerrie Roberts e Oficina G3 em show na Renascer

Publicado por Everson Barbosa (perfil no G+ Social) em 26 de maio de 2011

Show com Third Day, Kerrie Roberts e Oficina G3 em show na Renascer


No dia 17 de junho a banda Third Day e Kerrie Roberts realizarão um show no Renascer Hall. O evento faz parte das comemorações da Rádio Gospel FM e contará com as bandas Oficina G3, Katsbarnea e DJMP7.

Os ingressos podem ser adquiridos pela internet no valor de R$ 30,00.

SERVIÇO:

Show com Third Day e Kerrie Roberts
Local: Renascer Hall – Rua Doutor Almeida Lima 1290 – Mooca – São Paulo.
Ingresso: R$ 30,00
Mais informações pelo telefone 0300-210-1212

Fonte: Folha Renascer

David Crowder Band anuncia fim da banda

Publicado por Everson Barbosa (perfil no G+ Social) em 23 de maio de 2011

David Crowder Band anuncia fim da banda

Foi em tom de surpresa que os fãs de David Crowder Band receberam a notícia que a banda encerrará suas atividades e realizará uma turnê de despedida. Através de um comunicado no site oficial o líder David Crowderanunciou que a última turnê da banda será a The 7 Tour que reunirá artistas como Gungor, John Mark McMillan e Chris August durante 3 meses. O nome da turnê é relacionado ao signifcado do número 7 que sempre esteve presente na música e trabalhos da banda, além de ser o numéro que representa algo completo, o que a banda sente estar vivendo nesse momento.

David Crowder Band foi formada em 2000 e é uma das bandas mais criativas da música cristã unindo tecnologia e musicalidade com letras voltadas para adoração. A banda também anunciou a gravação de mais um álbum que terá relação com “A Collision” que é considerado o melhor trabalho deles. David Crowder Band também já foi escolhida a melhor banda de 2006 em votação popular pelo site MSN concorrendo com famosos artistas seculares.

Segundo David Crowder, muita coisa aconteceu em 2011 e nesses 11 anos de banda muitas mudanças já ocorreram. Casamento, filhos, projetos pessoais, algumas perdas de amigos, motivaram a banda a começarem a discutir o encerramento do grupo.

Confira abaixo a discografia de David Crowder Band

Álbuns

Pour Over Me (1998)
All I Can Say (1999)
Can You Hear Us? (2002)
Illuminate (2003) U.S. #84[1]
A Collision (2005) U.S. #39
Remedy (2007) U.S. #22
Remedy Limited Edition (2008)
Remedy Club Tour – Live (2008) U.S. #88
Church Music (September 22, 2009) U.S. #11

EPs

The Green CD (2002)
The Yellow CD (2003)
The Lime CD (2004)
Sunsets & Sushi (2005)
B Collision (2006) U.S. #118
The Acoustic Songs (2009)

Fonte: Gospel+

Um Cristão Pode se Tatuar? estudo completo!

Fonte: Comunidade "Um Cristão Pode se Tatuar? de Felipe Super Jesus (Orkut)


Gostaria antes de qualquer coisa de agradecer ao meu mano Felipe por este estudo, seja de sua propria autoria ou não, ele veio tirar muitas duvidas. Vale à pena ler! "Thy Silvério"



Primeiramente, o título deste texto está incorreto. O melhor título seria “Convém aos cristãos se tatuarem?”, pois, uma vez que já não estamos mais sob o domínio da Lei, nada em si próprio é “certo” ou “errado”. A graça de Deus é que justifica ou condena qualquer ato. Mas o erro foi proposital com o intuito de atrair a atenção para o tema proposto.
Antes de começar a discorrer sobre a prática de se tatuar, precisamos fazer considerações sobre “cultura”, uma vez que a “tatuagem” está inserida em um contexto histórico/cultural. É impossível datar um início para o ato de se tatuar, os babilônicos na época de Abraão já possuíam tais práticas e Darwin afirmou que “do Pólo Norte à Nova Zelândia não havia aborígine que não se tatuasse” em seu livro A Descendência do Homem.

Várias são as teorias e as tentativas de explicar como surgiu a tatuagem, uma delas é que, nos tempos primórdios, marcas involuntárias adquiridas em guerras e lutas corporais geravam orgulho e reconhecimento ao homem que as possuísse, pois eram expressões naturais de força e vitória. O homem da época, partindo da idéia de que marcas na pele seriam sinônimos de diferenciação e status, passou a marcar-se voluntariamente, fazendo ele mesmo seus ferimentos pelo corpo, que com o passar do tempo deu espaço para a criação de desenhos utilizando-se de tintas vegetais e espinhos para introduzi-las à pele.

Todos os antropólogos são unânimes em afirmar que a tatuagem acompanha o homem desde seu surgimento. A Múmia mais antiga do mundo foi encontrada em 1991 na Itália e data de 5.300 anos antes de Cristo. Congelada em um bloco de gelo, a múmia tinha tatuagens acompanhando toda a espinha dorsal, além de uma cruz numa das coxas e desenhos tribais por toda a perna. A segunda e a terceira múmias mais velhas seguem o mesmo exemplo, tatuagens por todo o corpo.

A tatuagem não é algo apenas ATUAL, é uma prática que existe há milênios, algo criado pelo homem dentro da cultura onde ele estava inserido. Exemplos:

· Os Pictus (povo que viveu no norte europeu) tatuavam-se acreditando que as tatuagens lhes davam poder e força e que os desenhos ficavam impressos na alma para que eles pudessem ser identificados após a morte por seus antepassados;
· Os nativos da Polinésia, Filipinas, Indonésia e Nova Zelândia, tatuavam-se em rituais complexos, sempre ligados à religião;
· Os povos Celtas e Vikings, os dinamarqueses, os normandos e os saxões tatuavam-se como forma de coragem, patriotismo para as guerras e batalhas;
· Para os Samoanos, o ato de pintar o corpo marcava a passagem da infância para a maioridade;
· No Japão feudal as tatuagens eram usadas como forma de punição, tornando-se sinônimo de criminalidade;
· Os chineses acreditavam que as tatuagens desviavam o mal de quem as possuía e marcavam a pele com labirintos sinuosos para confundir os olhos do inimigo;

O ato de se tatuar foi comunicado de pais a filhos, até os tempos atuais. Em cada cultura, a tatuagem toma um significado diferente. Em algumas era sinal de coragem, em outras, reverência aos mortos, adoração a deuses, misticismo, distinção entre criminosos e corretos, etc. Em nosso contexto (ocidente, século XIX) a tatuagem nada mais é do que uma vaidade, estética, feita principalmente por jovens. Era normal em alguns povos citados acima ver anciãos se tatuarem, o que não é normal hoje em dia. Portanto, um bom entendimento sobre o que é a “tatuagem HOJE” é essencial se quisermos fazer considerações sobre ela, principalmente no âmbito espiritual.

A tatuagem hoje em dia é feita pelos seguintes motivos basicamente: vaidade e estética (a grande maioria); manifestação de idéias/opiniões/conceitos (movimento contra-cultura, por exemplo); misticismo e blasfêmia (grande minoria, feita por pessoas que em grande parte querem apenas aparecer e criar pose de que é mau).

“A tatuagem nunca esteve tão na moda”, ouvi um pastor dizer recentemente. Diante de tudo que foi exposto acima, essa informação dita por muitos se torna equivocada. A tatuagem sempre esteve nas culturas humanas e devido ao preconceito da sociedade em que vivemos, a frase que usaria seria a seguinte: “A tatuagem nunca foi tão sufocada e atacada”.As pessoas tatuadas são muito discriminadas, mas não por erro delas e sim por imaturidade e preconceito da sociedade. Todos têm direito de se expressar, seja da forma como lhe aprouver. Alguns preferem músicas, outros artes, desenhos, esportes, outros tatuagem!

Grande parte desse preconceito vem exatamente por influência da “igreja”. As investidas católico-romanas para expandir o cristianismo na Europa durante a idade média encontravam resistências por parte de vários povos que já tinham suas culturas estabelecidas. No começo ouve um sincretismo religioso para que o cristianismo adaptasse à cultura do povo. Os que resistiam eram mortos. Bárbaros, Vikings, Celtas, Zigotos lutaram bravamente contra a opressão. Essas hordas ou clãs eram perseguidos, aprisionadas e mortos em fogueiras pela “igreja” a mando dos senhores feudais (fonte de riqueza a Roma) que queriam exterminar possíveis “redentores do povo”. A “igreja” se aproveitou muito disso: a tatuagem passou a ser “coisa do demônio” tanto quanto os objetos culturais pagãos. Algumas das fábulas inventadas persistem até hoje.

E um fato que não pode deixar de ser comentado, é que a tatuagem era usada pelos primeiros cristãos . Vivendo na clandestinidade, acusados de terem incendiado Roma, os primeiros cristãos se reconheciam por uma série de sinais escritos e tatuados, com destaque para a cruz, as letras IHS (Jesus Salvador dos Homens em grego), o peixe (IKTHUS), etc.

Portanto, a tatuagem NÃO é um modismo que começou nas últimas décadas. Ela tem história, ela está na história dentro de praticamente todas as culturas já existentes.

A Bíblia não fala sobre tatuagem, é claro! Esse termo não existia na época em que foi escrita. Em alguns trechos podemos ler algumas ordenanças sobre “marcar e lacerar a pele” (são poucos e estão no Velho Testamento). Devemos ficar atentos para que esses textos sejam muito bem interpretados, pois, a tatuagem de hoje não é a tatuagem da época da Bíblia, o contexto é outro, a cultura é outra, a circunstância é outra. O versículo muito usado é:

“Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos; nem no vosso corpo fareis marca alguma. Eu sou o Senhor.” (Lv 19:28).

Esse versículo tem sido muito usado como “a prova bíblica” contra a tatuagem. Mas isso revela uma falta de conhecimento tremenda, pois é um erro infantil de interpretação bíblica: “texto fora do contexto”. Na contexto da época, as pessoas se marcavam como forma de demonstrar seu luto, de expressar sua dor, e é exatamente isso que é advertido: “Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos…”. Creio que o ato foi advertido não pela marca em si e sim por outras questões que estavam envolvidas quando se ”tatuava por causa dos mortos” (idolatria, necromância, misticismo, etc).

Aos que gostam de usar esse versículo como condenação à tatuagem, eu respondo da seguinte forma: “Ok, mas não isole o versículo, ponha em prática o versículo anterior”. O versículo anterior proíbe aos homens cortar o cabelo e danificar a barba. Ou seja, se tatuagem é pecado apenas por causa desse versículo, é pecado cortar o cabelo e a barba também! Andemos como mendigos a partir de hoje.

Outros versículos são usados da mesma forma: isolados, sem contexto! Chegam ao absurdo de citar I Coríntios 6:19, 20 (“sois templos do Espírito Santo”), texto que fala sobre santidade, contra a prostituição, não sobre marcas na pele. Somos templos do Espírito Santo e devemos demonstrar isso com atitudes e não com aparência, mesmo porque, os maiores ladrões e assassinos do mundo andam de terno e gravata!

A tatuagem é uma demonstração cultural e creio que o Espírito Santo exulta de alegria em ver uma pessoa tatuar “Jesus, eu te amo” para todos vêem. E este mesmo Espírito Santo se entristece quando vê alguém politicamente correto sem tatuagem pecando. Ter tatuagem ou não interfere em sua vida cristã, seus atos sim, a disposição do seu coração sim!

Oficina G3: pastores de cidade do interior de Goiás pedem cancelamento do show da banda

Publicado por Everson Barbosa (perfil no G+ Social) em 26 de maio de 2011

Através do Twitter a banda Oficina G3 divulgou que seu show na cidade de Goianésia, durante a Exposição Agropecuária 2011, foi cancelado devido a pressão de pastores que consideram a banda um mau exemplo para os jovens.

O tradicional evento da cidade conta com diversas bandas que são escolhidas por um Sindicato de acordo com o gosto popular, além disso é aberto um espaço para bandas evangélicas e católicas que são escolhidos pelos representantes das igrejas. A banda Oficina G3 foi uma das escolhidas para fazer o show na feira mas alguns líderes evangélicos não concordaram com o estilo musical da banda e acionaram a comissão organizadora pedindo o cancelamento do show.

Segundo informações da cidade o principal líder evangélico de Goianésia não concorda com a forma que a banda se veste além de usarem tatuagens e brincos, o que para ele é um “mau exemplo aos jovens da cidade”. Além disso, alguns líderes proibiram em suas igrejas os membros a irem no show e em qualquer outro dia do evento.

O presidente do Sindicado Rural, Wilson Portilho, confirmou o cancelamento do show por parte dos líderes declarando: “Os pastores é que pediram o cancelamento do show que foi escolhido pela maioria dos religiosos. Já estava em nossa agenda, já estava tudo certo. O show teria um custo de aproximadamente 40 mil reais, mas o mesmo grupo que sugeriu a contratação do show, também pediu o cancelamento, nós somente acatamos”.

Com o racha dos líderes evangélicos a feira ficou sem representante da música evangélica, mas a banda católica JAKE está confirmada bem como a possibilidade do Pe. Delton se apresentar durante a festa.


Fonte: Gospel+

Com informações de O Correio Goiano

_____________________________________________________________________________

Comentário de Timóteo Silvério

Bem este ocorrido é um fato lamentável. É um absurdo que ainda tenhamos no meio de nós pessoas que pensem de forma tão mesquinha, tão ignorante, e de certa forma tão imbecil.

A biblia diz que se conhece a arvore pelos frutos que ela dá:

"Porque não é boa a árvore a que dá maus frutos, nem má árvore a que dá bons frutos. Porquanto cada árvore é conhecida pelo seu fruto. Porque nem os homens colhem figos dos espinheiros, nem dos abrolhos vindimam uvas. O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem; e o homem mau, do mau tesouro tira o mal. Porque, do que está cheio o coração, disso é que fala a boca. (Lucas, VI: 43-45)."

O que me deixa extremamente irritado com estes "Pastores", é que eles condenam a calça de uma irmã, ou o brinco de algum rapaz, ou os cabelos longos, ou a tatuagem, ou qqr coisa. Mas eles estão lá com seus relógios de ouro, suas gravatas, seus ternos caríssimos... Tudo isso também é vaidade querido Pastor.

Não se vê o livro pela capa, e sim pelo seu conteúdo. Se a capa do Oficina G3 não lhe agrada, pois vá olhar o conteúdo de suas canções, canções estas que tem traçado uma caracteristica verdadeiramente cristã em todos os que escutam. Eles tem ganhado almas para Jesus, tem feito a obra de Deus, para a qual eles foram chamados. Não tenho duvida disso.

Alguns pastores acham que quando a bíblia diz que não se toca em um ungido do Senhor, está falando só deles.

Pois todos nós que fazemos a obra somos ungidos do Senhor, e até o Oficina G3 também são ungidos do senhor. Estes comentários, este preconceito idiota de alguns Pastores, é ofensivo, e Deus irá lhes cobrar isto!

Minha pergunta é:

Caros Pastores de Goianésia, vocês estão falando de Cristo? Estão ganhando almas? Ou estão perdendo seu tempo com bobagens como esta? Ou estão arquitetando mais um plano infalível para arrancar dinheiro de algum fiel? Sei que nem todos o fazem, mas sei que muitos fazem, e para quem pratica este pecado eu digo, Deus está de olho em você! E Não adianta querer tirar o foco dos seus pecados, colocando foco em pseudo-erros que vocês acham que outras pessoas cometem!

Depois desta matéria irei postar em meu blog um estudo sobre A Tatuagem e os Cristãos

Thy Silvério


Nova comunidade do Blog do Thy no Orkut


E ai pessoal, muito bom estar com mais esta ferramenta que é esse lance de comunidade do Orkut! Criamos mais esta ferramenta para promover o Blog do Thy Silvério.

Espero que possamos lotar esta comunidade, assim fazendo com que possamos ter ainda mais seguidores do Blog do Thy SIlvério!!!


O Blog do Thy Silvério é um site que trata sobre noticias, história, e entrevistas dos cantores e bandas do Brasil e exterior.
Em sua maioria, o Blog do Thy Silvério, trata sobre a Musica Cristã, mas também busca falar sobre toda e qualquer banda que traga boas letras, contando sempre com o bom e velho Rock n Roll.

Entre também em nossa comunidade do Orkut:

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=114905439




sábado, 28 de maio de 2011

Religionless - Novo Trabalho do Guitarrista Josué Alves um dos autores da musica "Incondicional" do Oficina G3

E ai galéra..
Hoje estive conversando com meu amigo Josué Alves, ex-guitarrista do FullRange, que é a ex banda do Vocalista Mauro Henrique, hoje vocalista do Oficina G3. O Josué me apresentou seu novo trabalho o Religionless, banda nova que ele está compondo como Guitarrista e também como produtor musical. O Josué é também um dos autores do Sucesso da banda Oficina G3 a musica "Incondicional".
O video da Banda Religionless está muito legal, achei no nível de bandas que estão na estrada a tempos, como o proprio G3 e outras.
A banda ainda não disponibilizou os endereços de Site Official, e MySpace, mas o Josué disse que em breve tudo isso será revelado.
Divulgue este trabalho nas suas redes sociais, ajude você também a pregar a palavra de Deus.




Tradução

Quero me tornar um Anjo

Como um Anjo tem um plano

Para ser um servo para sempre

Isso é porque eu sei que eu vou chegar a este plano

Jesus, eu posso voar mais alto

Jesus, eu posso voar, eu posso voar para longe, oh,

Jesus, eu posso voar mais alto

Eu posso voar, eu posso voar, até que eu veja sua face

Quero me tornar um Anjo

Como um Anjo tem uma canção

Para louvar-te sempre e sempre

Como só os anjos do céu podem

Quero me tornar um Anjo

Como um Anjo tem uma canção

Para louvar-te sempre e sempre

Como só os anjos do céu podem


quarta-feira, 25 de maio de 2011

Roqueiros Adoradores - Blog de qualidade na área

O Roqueiros Adoradores é um blog que encontrei enquanto estava dando uma olhada no ConexãoG3, andei dando uma olhada nas matérias e não pude deixar de copia-las e colocar também no meu blog, assim homenageando a qualidade das noticias deste blog.

Timóteo Silvério (Thy)

No Blog os autores dão uma palavra sobre o blog e sobre o alvo deles ao criar o blog, veja:


Roqueiro Adorador, é um blog onde as pessoas podem se sentir a vontade de conhecer um pouco mais sobre o Rock Cristão, que ainda sofre preconceito, muitos ainda criticam sem antes mesmo de entender... Então estamos aqui para mostrar um pouco sobre o que é ser um cristão roqueiro. Aqui você vai encontrar noticias sobre bandas, musicas, palavra, eventos, letras que nos edificam e debater sobre elas e muito mais...
Roqueiros Adoradores, se baseia na palavra de que não devemos nos conformar com este mundo, mas transformar-mos pela renovação do nosso entendimento (Rm 12.2), muitos tem se precipitado ao somente não nos conformar com o que no mundo é imputado, mas não tem chegado aos que aos que estão sendo levados pelo que o mundo oferece. É necessário transformar nosso entendimento, instruídos pelo espírito santo, para cumprir o 'Ide'(Mt 28.19). Com o passar dos anos, o mundo se transforma pelas evoluções (tecnologia, moda, hábitos, etc...) enquanto isso o pecado vai ganhando novas proporções e um novo meio de se alastrar, fazendo o mundo perecer, o que devemos fazer quanto a isso?, "ficarmos inertes vendo tudo isso, evangelizarmos o este mundo da mesma maneira que nossos antepassados, que confessavam a Jesus Cristo, faziam?", ou "mudar conceitos mundanos, trazendo o Reino de Deus a estes, pelo canal que eles utilizam, antes mundano?".
Portanto, é possível transformar todo esse conceito de que rock é do diabo e que não podemos com isso, o rock, creio, pode ser canal para o agir de Deus e também pode ser uma forma de adorarmos ao nosso Senhor, pois enquanto muitos se preocupam em que tipo de ritmo é ideal para adoração, Deus procura os que não estão fitados nisso e sim aqueles que estão com o coração aberto e os que o adoram em espírito e com verdade.

Evangelizadores do Blog

_________________________________________________________________________
Vale à pena seguir. Já estou fazendo isso!
Abraço ao pessoal do Roqueiros Adoradores, e a todos os que os seguirem.
Timóteo SIlvério (Thy)

Brian Head Lança novo Livro: 40 Dias de Metal e Espiritualidade


Autor Brian “Head” Welch, cujo primeiro livro esteve na lista dos mais vendidos do New York Times, faz o registro de uma viagem real e inesquecível de sua vida com Cristo em STRONGER: Forty Days of Metal and Spirituality [Fortalecido: 40 dias de metal e espiritualidade] (editora HarperOne)


Em 2007, Head, ex-guitarrista da banda de metal* Korn, contou em Save Me From Myself [Salve-me de mim mesmo] a história dramática de sua vida, seu envolvimento com a música e a dependência química, até encontrar a redenção milagrosa em Jesus Cristo. Agora, em Stronger, escreve sobre os textos bíblicos que o ajudam a viver em profunda intimidade com Deus.

Livro, Salve-me de mim mesmo.
Continuando a partilhar lições de sua própria vida, Head redigiu um livro devocional intenso, propondo 40 dias com as Escrituras, algo que o tem ajudado a moldar sua fé cristã e encontrar a luz durante os momentos mais difíceis. Escrito com paixão e franqueza, esta jornada de 40 dias inclui histórias vividas por Head no passado e no presente. Ele fala abertamente sobre as crises de depressão que viveu até encontrar a Deus, sua luta contra a escuridão interior, tentativas de compreender a fé, e como, durante os momentos de fraqueza, a Palavra de Deus tem sido uma das chaves para fortalecê-lo.
Livro, Fortalecido: 40 dias de metal e espiritualidade.
Ilustrado com desenhos inéditos de a2011hua Clay, que retratam e reforçam as palavras do autor, Stronger é um registro notável de como as Escrituras podem influenciar e impactar a vida de alguém. Trechos do Antigo e do Novo Testamentos são abordados para avaliar cada aspecto de sua vida, o tempo que dedicou à banda Korn, sua carreira solo e sua nova vida. Head detalha como a Bíblia alterou seu relacionamento com a filha e como, independentemente dos problemas vividos, Deus sempre lhe deu a orientação que precisava para tornar-se uma pessoa mais forte.

O novo livro em parte é um diário que relata seu amadurecimento no relacionamento com Deus. Mas também é um testamento espiritual da força inegável da Bíblia em sua vida. Stronger é um devocional diferente de qualquer outro.

Trecho:

“Em janeiro de 2005 encontrei-me com Deus e desde então nunca mais fui o mesmo . Durante anos, antes dessa decisão que mudou minha vida, fui guitarrista da banda Korn, viajei pelo mundo todo e ganhei milhões de dólares. Ao mesmo tempo, estava irremediavelmente viciado em cristal de metanfetamina. Eu tinha uma filha e era responsável por ela, mas estava falhando nisso. Estava jogando minha vida fora e acordava todo dia desejando que alguma força simplesmente acabasse com o meu sofrimento. Felizmente, isso não aconteceu. Em vez de uma força acabar comigo, Deus me deu uma nova razão para viver.”

O autor:

Brian “Head” Welch foi membro fundador do Korn. Em 2004, após anos de luta contra a dependência química, viveu um despertamento espiritual intenso. Escreveu sobre essa experiência em seu primeiro livro: a autobiografia “Save Me From Myself” (2007). No ano seguinte, lançou uma versão de Save Me voltada para adolescente, Washed by Blood: Lessons from My Time with Korn and My Journey to Christ [Lavado pelo sangue: lições do meu tempo com o Korn e minha jornada até Cristo]. Hoje, dedica-se a criar sua filha Jennea, manter uma obra assistencial na Índia e cuidar de sua carreira-solo como músico e escritor.
Retirado do site Korn Brasil

Rodolfo Abrantes, novo CD em fase de produção

__________________________________________________________________________________
Galera Rodofo Abrantes está produzindo seu novo CD, essa tarde seu twitter oficial deu um RT nos tweets de dois integrantes de sua banda Anderson Kuehne “Xexéu”, baterista e Victor Pradella “Vitinho”, guitarrista, onde eles informavam que estavam no Studio 55 finalizando o CD, que ainda não tem data de lançamento, mas pelos seus comentários o CD ta ficando muito bom.



Victor Pradella ainda postou uma foto do Rodolfo em Estúdio veja abaixo:

Pra quem não viu ainda o Mauro tocando Baixo

Pra quem não viu ainda o Mauro tocando Baixo, aí tah uma apresentação dele na Expo2010, juntamente com o Juninho Afran e o Alexandre Aposan.




Entrevista Exclusiva com Celso Machado



1) Celso, você hoje e um dos grandes guitarristas do Brasil, mas como isso tudo começou?? como foi seu inicio no meio musical? Bom, agradeço primeiramente a oportunidade dessa entrevista e o apoio que o Conexão G3 tem me dado. Como foi meu inicio? Minhas primeiras apresentacoes ocorreram com bandas da minha cidade natal Pindamonhangaba, algumas delas acompanhando minha mãe que e´cantora em festivais regionais, toquei em banda de forró, sertanejo, country, tocando no ministério de louvor da minha igreja e tocando na grande São Paulo e interior em igrejas com a primeira banda banda cristã que toquei chamada Som Vivo, banda com a qual acompanhei muito o Luciano Manga.

2) No ultimo Álbum do Oficina g3, tem duas musicas que sao suas: Better & Obediência, como é pra você essa coisa de composição? Primeiro vem musica, depois letra, ou vice e versa?
Composição e´ para mim um processo. Eu vivo pensando em musica, em ritmos e letras e a medida que elas aparecem, seja qual for a ordem, de alguma maneira teu tento registrar, gravar a ideia primaria, seja no celular, ou no mp3 player ou no computador, sem se preocupar com a qualidade desse registro, me preocupo apenas em gravar a ideia o quanto antes para não esquece-la. Isso feito, costumo deixar de molho, dar um tempo para arejar a cabeça e praticamente esquecer daquela ideia. Se posteriormente em uma ou duas semanas, eu escute e goste da ideia, desenvolvo ela.
Tem musicas que eu começo e não paro ate´praticamente terminá-la, mas na maioria dos casos é como disse primeiramente: eu gravo a ideia, e depois de um tempo escuto e desenvolvo ou descarto.
3) Em quais bandas você já tocou( como musico contratado) ou fez parte? Minha primeira banda tocávamos rock em geral, mais nacional. Posteriormente, num grupo de forró acompanhando uma dupla e paralelo a isso tocava com uma banda em São Paulo chamada Som Vivo. O Oficina g3 é o meu primeiro grande trabalho como musico de turnê, pois antes deles tinha minha própria banda e vivia basicamente de aulas de guitarra particular ou em escolas de música em Guarulhos.
4) Como foi o processo de Gravação do Cd? e quanto tempo demorou pra ficar pronto? Nossa, como demorou. O processo de gravação ocorreu no estúdio 12. Gravamos a bateria em maio de 2010 ( http://www.youtube.com/watch?v=3Qwplt67FcQ ), os baixos em Julho e Agosto de 2010 e as guitarras em Outubro e Novembro de 2010. Foi tudo um pouco demorado pois eu produzi o CD, fiz muito da parte técnica das gravações, o que envolve muitas horas na frente do computador, muito backup, muita paciência e sobretudo cautela para não se perder nada. O estúdio e´equipado com um arsenal muito top de equipamentos, periféricos, mesas, microfones, salas excelente, amplificadores clássicos, enriquecendo muito a sonoridade do trabalho, que se define muito no processo de captação. Equipamento bom, som bom, equipamento ruim, mix prejudicada.
5) Em relação ao nome do Cd, porque essa escolha? Quando escrevi a musica 3D, estava pensando e lendo muito sobre coisas com 3 aspectos. Pensei também sobre o o que acontece quando vc assiste algo em 3D, onde a imagem e´distorcida e sem sentido, e a partir do momento que vc coloca os óculos 3D, tudo fica com uma profundidade e realismo muito grande. Penso que quando olhamos para Deus, Ele nos revela uma forma mais profunda e cheia de significado de olhar para a vida, o que não acontece quando seus olhos estão fitos nas atividades tão transitórias e rasas do dia a dia.
6) Você é endorse da Tagima, como se deu esse contato? Em 2007 o Juninho Afram e o Duca Tambasco me levaram para conhecer a fábrica da Tagima e me apresentaram ao Marcão e para o Ney da tagima, ali naquela ocasião aconteceu o convite e desde então estamos juntos.
7) Fale um pouco de seu equipamento( guitarras, pedais e violoes),os que você usa em casa, e na estrada. Basicamente as guitarras tagima, algumas outras guitarras que tenho adquirido ao longo dos anos, pedais diversos, mas principalmente um pedal de distorção chamado blackstar ht-dual. Gosto muito de usar o tubescreamer de booster e usar a distorção do amplificador de preferencia Marshall, e tremolo, delays analogicos e digitais. Wah-wah com muita frequecia, uso o da vox.
8 ) Qual a igreja que você frequenta? Você já nasceu em um lar evangélico, ou se converteu depois? Frequento o Min.Verbo Vivo, em Guarulhos. Desde que vim para a grande São Paulo frequento aquela igreja, fiz muitos amigos lá e tenho crescido muito com as palavras lá ministradas.
Nasci em uma família católica, que se simpatizava com a caridade praticada pelos espíritas. Aos 16 anos decidi entregar minha vida exclusivamente a Jesus e comecei a frequentar uma igreja Metodista na minha cidade natal. Sinto que toda a experiência que passei serviu para forjar o meu caráter, para trazer a tona o que eu realmente precisava na vida, de maneira que quando ainda não conhecia Jesus e buscava praticar o bem e a obedecer a Deus como eu o entendia, Ele já cuidava e tinha planos para mim.
9) Você se casou a pouco tempo, Já tem filhos? ou quer ter? E como é um namoro/casamento cristão? Sou casado desde 2007 e muito feliz. Não tenho filhos mas quero ter assim que minha esposa terminar a faculdade, ainda tem 2 anos pela frente.
Falar sobre namoro acho complicado, tem tantas vertentes por aí sobre isso. Meu entendimento e´o seguinte: Um namoro e´ já uma forma de aliança muito forte, mesmo as pessoas a enxergando como algo não definitivo. Não acredito em bodas de namoro, nesse namoros de longas datas quero dizer e acredito que o sexo é para ser desfrutado no casamento. Acredito que vale a pena desfrutar de um relacionamento apenas com a passoa que você ama verdadeiramente, não baseando se no sentimento descartável que as pessoas chamam de amor e também não acredito em relacionamentos apenas para suprir carências. Amor é entrega, e´decisão, muito confundido com paixão, que é um sentimento transitório.
10) O que você poderia dizer pra quem quer ser um bom musico, ou ate mesmo viver de musica?
Não escute apenas músicas de uma época pois você pode correr o risco de soar atrasado demais para hoje. Invista em equipamentos de qualidade e sobre tudo em aulas com bons músicos.
11) Pra finalizar esse bate papo, mande um recado para quem visita o ConexãoG3.
Vocês são fiéis!! Fico feliz ao reve los nos shows, reconhecer as caras e por todo o carinho por vocês demonstrado. Esse meu trabalho foi feito de igual maneira para vocês, espero estar assim retribuindo. Gnd abç a todos.

Acompanhe o Celso Machado: